atendimento@aguasdeilhota.sc.gov.br
(47) 3343 1933
2ª Via da Fatura


Atuação


O município de Ilhota (SC) possui duas Estações de Tratamento de Água (ETA): o sistema principal e o sistema Pedra de Amolar. 

 

CAPTAÇÃO DA ÁGUA

O sistema principal abastece os bairros da margem direita do Rio Itajaí Açu e a região central da cidade. A captação fica localizada no Rio Itajaí Açu, às margens da rodovia SC-470, aproximadamente 651 metros da ETA. O sistema de captação é composto por plataforma boia e um conjunto moto bomba com potência de 50cv. O conjunto trabalha com vazão de 140m³/h. Contamos com um conjunto moto bomba reserva, para quaisquer eventualidades.

O sistema Pedra de Amolar possui vazão média de 34,2 m³/h e abastece as localidades Pedra de Amolar e Barranco Alto, além de um bairro de Navegantes. A captação é realizada em uma lagoa chamada Usati, localizada às margens da SC-470, aproximadamente 2 km da ETA Pedra de Amolar. O sistema de captação é composto por plataforma boia e um conjunto moto bomba de 12,5cv.
 



TRATAMENTO DA ÁGUA

Antes de chegar à população, a água bruta captada passa por um processo de tratamento, tornando-a potável, ou seja, apta para o consumo. O processo elimina o risco de transmissão de doenças.

A Águas de Ilhota possui laboratório próprio nas ETAs, onde é realizado a cada duas horas a aferição da qualidade da água tratada. Além disso, análises complementares são realizadas em um laboratório terceirizado, certificado pelo Ministério da Saúde, responsável pela coleta e análise mensal, trimestral e semestral, atendendo à legislação vigente.

Na ETA são realizadas 43.200 análises, sendo que são cinco parâmetros diferentes: turbidez, cor, pH, cloro livre e flúor. Além de 192 análises de coliformes totais, fecais e heterotróficas. Na rede de água do município são realizadas 2.208 análises de oito parâmetros, totalizando 276 análises para cada parâmetro: cloro, flúor, cor, turbidez, pH, coliformes totais, fecais e heterotróficas.

 

DISTRIBUIÇÃO DA ÁGUA

A distribuição da água potável é realizada por meio de adutoras, redes de distribuição e boosters. A Águas de Ilhota realiza o tratamento e distribuição de água potável para comunidades do próprio município e para um bairro de Navegantes. 

No sistema principal a água tratada é enviada para os reservatórios anexos a ETA, onde, através de um conjunto de moto bombas, é realizada a distribuição para a população. 

Enquanto no sistema Pedra de Amolar, a água tratada segue para o reservatório anexo a ETA, onde por gravidade é distribuída para a população.

A autarquia possui seis reservatórios de água tratada que atendem todo o município, totalizando 890m³ de reservação, sendo que destes, 640m³ correspondem ao sistema principal e 250m³ ao sistema Pedra de Amolar.



ETAPAS DE TRATAMENTO DA ÁGUA - ENTENDA O PROCESSO DE TRATAMENTO

ETA 1 (Sistema Central) - Tipo Convencional

- COAGULAÇÃO A água bruta é captada do rio Itajaí Açu e bombeada até a Estação de Tratamento. Ao chegar na ETA, a água passa pela calha parshall, onde ocorre a pré-cloração com gás cloro, oxidando a matéria orgânica. Em seguida, recebe o coagulante Sulfato de Alumínio ou Poli Cloreto de Alumínio (PAC), formando a pré-floculação em contato com POLÍMERO ANIÔNICO, que é dosado na entrada do Floculador Mecânico. Com a movimentação das pás no floculador temos a Floculação, onde milhares de partículas sólidas se aglutinam, formando “flocos”. 
 

- DECANTAÇÃO - A água então floculada entra nos tanques de decantação onde as placas em forma de colmeias retêm quase todas as partículas sólidas, deixando somente a água limpa subir até a superfície. 


- FILTRAÇÃO - A água passa por filtros do tipo descendente, ou seja, de cima para baixo. Nos filtros há o material filtrante, composto por materiais de diferentes granulometrias, variando de seixos rolados de diversos tamanhos até areia própria para filtragem de água (correspondente a maior camada) e, por fim, carvão ativado. As partículas de sujeira da água ficam retidas nas camadas filtrantes, fazendo com que somente a água com baixa turbidez transpasse o material filtrante. 

- DESINFECÇÃO - A desinfecção se dá pela aplicação de cloro gás na caixa de contato. Este processo elimina todo tipo de contaminação e microrganismos causadores de doenças. 
 
- FLUORETAÇÃO - É aplicado flúor na água para prevenção de doenças bucais, para tanto utiliza-se o ácido fluossilícico.

 

ETA 2 (Sistema Pedra de Amolar) - Tipo Compacta

COAGULAÇÃO – A água bruta é captada da lagoa Usati e bombeada até a Estação de Recalque (ERAB), onde passa por um novo bombeamento para chegar até a ETA. Na estação, a água chega na primeira unidade de tratamento, denominada calha parshall, onde recebe o coagulante Sulfato de Alumínio ou Poli Cloreto de Alumínio (PAC), passando para o floculador mecânico, que é responsável pelo processo de floculação, onde ocorre a aglutinação de milhares de partículas sólidas, formando “flocos”.

 

DECANTAÇÃO - A água então floculada, entra no tanque de decantação onde as placas de madeiras de forma inclinadas retêm quase todas as partículas sólidas, deixando somente a água limpa subir até a superfície.

 

FILTRAÇÃO - A água passa por filtros do tipo ascendente, ou seja, fluxo de água no sentido de baixo para cima. Nos filtros há o material filtrante, composto por materiais de diferentes granulometrias, variando de seixos rolados de diversos tamanhos até areia própria para filtragem de água (correspondente a maior camada) e, por fim, carvão ativado. As partículas de sujeira da água ficam retidas nas camadas filtrantes, fazendo com que somente a água com baixa turbidez transpasse o material filtrante.


DESINFECÇÃO - A desinfecção se dá pela aplicação de hipoclorito de sódio na caixa de contato. Responsável pela eliminação de todo tipo de contaminação e microrganismos causadores de doenças. 
 
FLUORETAÇÃO- É aplicado flúor na água para prevenção de doenças bucais, para tanto, utiliza-se solução de ácido fluossilícico.